Nimbus look and feel: será que agora Swing pega?

Se há algo na plataforma Java que eu amo é o Swing. É o melhor toolkit gráfico que já trabalhei sem dúvidas, no entanto, não pegou. É fato: Java não pegou no desktop.

Mas, não há nada como uma boa crise para fazer as pessoas trabalharem, não é mesmo? E parece que finalmente a Sun resolveu dar um boost no Swing com a criação do novo look and feel Nimbus que irá se tornar default a partir do Java 7.

Nimbus look and feel: será que agora Swing pega? 1

Lendo a apresentação Nimbus: the new face of Swing (disponível aqui), você realmente irá ficar muito empolgado com o que o novo look and feel tem para oferecer.

Nimbus look and feel: será que agora Swing pega? 2Na mesma apresentação, é apresentado também o projeto Laffy, que é um navegador de look and feels muito interessante no qual é possível experimentar o Nimbus. Você pode executar a aplicação clicando neste link: http://download.java.net/javadesktop/laffy/Laffy.jnlp

E a pergunta que vem mais uma vez é: Java no desktop: agora vai? Ou será que agora tanto faz, uma vez que pouco a pouco o desktop está perdendo seu lugar? Eis a questão.

9 comments on “Nimbus look and feel: será que agora Swing pega?

  1. carlsonwf

    Realmente o Nimbus LAF ficou muito bonito, eu uso ele como tema do meu Ubuntu a bastante tempo pela beleza dele (alias, ele é o padrão de tema da última versão do OpenSolaris). Mas eu não sei se só isso basta para o Java pegar no desktop, eu ainda sinto que o Java é muito pesado para esse tipo de aplicação, pelo menos na realidade de empresas que eu tenho como cliente hoje em dia. Mas que ia ficar legal uma aplicação usando groovy + swingbuilder + nimbus laf, ah, com certeza iria!!!

    Responda

    admin Reply:

    @carlsonwf, Sabe, o que eu realmente gostei no Nimbus nem foi tanto a aparência do bichinho. Foi mais o fato de ser baseado em gráficos vetoriais.
    Agora, com relação a java ser pesado no desktop, bem: depende né? Eu crio algumas aplicações Java pra desktop e, numa boa? Consigo o mesmo resultado que teria em C ou Delphi ou VB.
    Mas tudo depende né?

    Responda

  2. Marllon

    eu tbem não vejo problemas pra criar app desktop com java.. tenho alguimas soluções em desktop e claro as mesmas em web também. O unico motivo pelo qual vejo que realmente não pegou é o fato de que construir uma app corporativa em desktop demanda maior infra e disponibilidade de alguns recursos.. já na web nao.. e os efeitos visuais ainda sao “mais bonitos” e fáceis de se fazer neh… mas enfim. o Nimbus fico lindo, mas não é o swing que precisa mudar e sim a forma como se faz e se configura apps corporativas… só minha opinião.

    Responda

    admin Reply:

    @Marllon, Sabe Marllon, eu concordo com você em gênero, número e grau!

    Responda

  3. Oziel Jose

    O problema de java no desktop, na minha opinião, sempre foram as ferramentas de desenvolvimento gráfico, nunca no mesmo nível da edição de código que até hoje java reina.

    Sem mencionar que a jvm requere mais memória, já que obviamente não é nativa. Qual a ferramenta desktop não nativa que alcançou um verdadeiro sucesso? Fica a pergunta.

    Responda

    admin Reply:

    @Oziel Jose, Algumas ferramentas desktop conseguiram algum sucesso: LimeWire é um bom exemplo.

    No entanto, infelizmente, as ferramentas desktop que REALMENTE fizeram sucesso são aquelas usadas apenas pelos desenvolvedores, ou seja, as IDEs.

    Responda

  4. Oziel Jose

    apenas para lembrar, griffon promete muito, assim como eu disse há um ano atrás que grails reinaria no mundo java….

    Responda

    admin Reply:

    @Oziel Jose, Com certeza! Também acredito muito no Griffon.

    Responda

  5. Fred

    Reamente ficou show de bola esse LAF.

    Eu tambem adoro o swing, e faço tudo na unha mesmo, e olha que vim do delphi.

    Eu tambem nunca vi problemas em criar apps pra desktop com java, acho que ainda existe muito preconceito, da epoca do java 1.3, ali sim era pesado, ha muito isso ja nao é mais fato, java pra desktop vai de boa!

    Responda

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.